Início Educação Violência Escolar: “Os números duplicam perante o silêncio de muitos e a...

Violência Escolar: “Os números duplicam perante o silêncio de muitos e a conivência de outros tantos”

351
0

Os nossos professores vivem dias difíceis e, com eles, os seus alunos, nossos filhos.
Há uns anos atrás, para aceder à nobre profissão de professor, era necessário que estes apresentassem um atestado de robustez física e psíquica.
Talvez o legislador devesse voltar a esses tempos pois hoje, não basta saberem ensinar; Têm também de se saber defender das agressões físicas de que são vítimas. Têm também de sobreviver à violência psicológica de que são alvo.
E os números duplicam perante o silêncio de muitos e a conivência de outros tantos.
Hoje em dia ser professor é uma profissão de risco e só se dedica à mesma quem tem verdadeiro espírito de missão ou muita necessidade.
E como ficam estes professores? Como voltam eles a leccionar, depois de terem sido agredidos pelos alunos e não raras vezes pelos seus pais?
Não nos esqueçamos: a falência dos professores desencadeia a falência dos nossos filhos.
Se os mesmos não respeitam a autoridade dos docentes hoje, amanhã não respeitarão nenhuma outra com todas as consequências daí decorrentes.
Convém pensarmos nisso sériamente porque começa já a ser… tarde demais.

 

Veja aqui as declarações

Juntos conseguimos!

#suzanagarcia #amadora #amadoracidade #darvozàamadora