Início Notícias “Tudo indica que aulas serão à distância” diz Tiago Brandão Rodrigues

“Tudo indica que aulas serão à distância” diz Tiago Brandão Rodrigues

1553
0

Na realidade não diz nada que a maioria dos professores já não tenha dito.

Estranho é que adie a decisão final para dia 9! Será que não ouve o chefe do governo a falar?


Esta segunda-feira é o primeiro dia de férias da Páscoa, mas tudo aponta para que a retoma do ensino no terceiro período se mantenha à distância a partir de casa. A decisão não é definitiva, mas segundo o ministro da Educação “tudo indica que as aulas serão à distância”, adiantou à Renascença.

Convidado do programa “3 da Manhã da Renascença” desta segunda-feira, Tiago Brandão Rodrigues remeteu para 9 de abril, data indicada por António Costa, para o anúncio sobre como irá terminar o ano letivo. Durante o último debate quinzenal, o primeiro-ministro António Costa admitiu: “Provavelmente, no dia 9 de abril a decisão que estaremos a tomar é prolongar essa situação [encerramento das escolas]“.

Face a um cenário de aulas à distância, o ministro da Educação diz que o Governo está a trabalhar para resolver a situação dos alunos que não têm acesso a novas tecnologias. “Estamos a trabalhar para mitigar esta questão. Quando não é possível, temos de aceder a meios mais tradicionais, como a utilização de canais que estejam na TDT”, adiantou. Uma solução que já tinha sido admitida pelo ministro da Economia no programa “Gente que conta” do Porto Canal, este fim de semana.

Fonte: EcoSapo