Início Educação Sobre a conferência de João Costa | “O ppt é claro, não...

Sobre a conferência de João Costa | “O ppt é claro, não adianta pintar as coisas com outra cor” – Guinote

1286
0

O ministro Costa anda meio atrapalhado. Parece que está a derrapar ligeiramente o plano de resolver umas coisas em circuito fechado, seduzir uns quantos sindicalistas para o “acordo possível”, contar com a colaboração dos directores para o seu plano de “distribuição” ou “alocação” dos professores em quadros que foram apresentados explicitamente como de âmbito intermunicipal (o ppt é claro, não adianta pintar as coisas com outra cor), apostar nas invejas entre “novos” e “velhos” e, se necessário, aparecer em público com ar compungido e “boas intenções”. Claro que ainda pode encenar uma vaga de fundo e um “abaixo assinado” alinhavado pelo seu gabinete e seguir em frente, como se nada fosse e ainda colher a simpatia de muita comunicação social. Mas, ontem, teve de aparecer e dizer umas coisas, obrigar o seu secretário a preencher uns espaços e, no final a fazer um exercício de hipocrisia demagógica acerca da sua crença na bondade natural das pessoas, a menos que sejam professores a pedir mobilidade por doença. Para ele, os directores são todos honestos e ninguém é corrupto, mas para os professores que ele acha que fingem estar doentinhos mandam-se juntas médicas, que é para avaliar devidamente se são corruptos ou não. Aos milhares. O ministro Costa é um mau fingidor, mas um óptimo seguidor das políticas da “reitora”. A diferença é no “tom”, aquilo que se criticou muito à doutora Maria de Lurdes. Sempre se disse que era óptima, mas muito tensa e conflituosa.

Ler mais em O Meu Quintal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.