Início Educação Próximo ano lectivo? «Ao fim de um mês as escolas fecham e...

Próximo ano lectivo? «Ao fim de um mês as escolas fecham e vai tudo para casa», alertam professores

38998
4

A falta de medidas de protecção contra o novo coronavírus no próximo ano lectivo, é uma das maiores preocupações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), que considera que a comunidade educativa não está devidamente salvaguardada, segundo o ‘Correio da Manhã’ (CM).

Mário Nogueira, secretário-geral da Fenprof, defende que «começar o ano lectivo sem rastreios e com um distanciamento físico de um metro, abaixo do que a própria Direcção-Geral da Saúde (DGS) preconizava para o secundário é insuficiente», afirmou citado pelo ‘CM’.

«O ministro já disse que as turmas terão a dimensão habitual, por isso vão ter de pôr dois alunos por carteira e a distância de um metro é impraticável», afirma, acrescentando: «Vamos ter o Ministério da Educação a fingir que está tudo na normalidade e ao fim de um mês as escolas fecham e vai tudo para casa», refere Mário Nogueira ao ‘CM’.

Por sua vez, Jorge Ascensão, dirigente da Confederação Nacional de Associações de Pais, (Confap), exige que exista uma maior «clareza e coerência na comunicação», no que diz respeito à redução da distância física.

«A questão não é se é 1 metro. A maior parte das pessoas tem noção de que, com máscara, 1 metro de distância poderá não significar grande risco. Só que a DGS diz 1 metro se possível, e as escolas estão confusas», afirmou o responsável citado pelo ‘CM’.

Jorge Ascensão acrescenta ainda: «Se dizem que não é possível desdobrar as turmas ter-se-ia de aumentar as salas para cumprir um metro de distância. Então digam que é possível estar em segurança a menos de 1 metro. Deve haver disponibilidade para algum risco, mas as famílias querem que lhes digam que será um risco mínimo».

Executive Digest

4 COMENTÁRIOS

  1. Dá muito trabalho dividir turmas ao meio, reduzir horários sobrecarregados, alternar as presenças nas salas…porque é que têm que estar todos na escola ao mesmo tempo, todos os dias?

  2. Eu também defendo não abrir as escolas sou de risco minha filha igual e meus pais também um deles com demência avançada e a ter o virus morre não tem hipótese.
    Acho que e um risco demasiado abrir escolas pois lembrem se que ha pessoas de risco elevado que la estarão também.
    porque não por os de risco em casa?
    acho que teem de estudar bem esta situação.

  3. Acho um absurdo nesse tempo de pandemia,onde está morrendo tanta gente voltar às aulas.
    Querer que nós país levemos nossos filhos para a morte,pois sabemos que esse vírus é altamente mortal.
    Não sou a favor de voltar o ano letivo…
    Quero meus filhos vivos e saudáveis.
    Continuar resguardando o bem mais precioso que temos.

  4. Como MÃE, defendo que é absurdo abrir escolas… em menos de nada, vai haver surtos, o meu filho é de risco, eu sou de risco, e vivemos com a minha mãe que é de risco face á idade e outras patologias. Não existe segurança para as crianças, professores e não docentes…

Comments are closed.