Início Educação PROPOSTAS DO GOVERNO…É ISTO A BOA FÉ? – Luís Braga

PROPOSTAS DO GOVERNO…É ISTO A BOA FÉ? – Luís Braga

126
1

PROPOSTAS DO GOVERNO…É ISTO A BOA FÉ?

 

Estamos a desconversar.

Façam uma análise de conteúdo.

Aquilo é só sobre colocações, falta tudo o RESTO (carreira, vagas, quotas, salários, etc).

 

No documento pdf do Governo vejam quantas vezes aparece a expressão “quadro de agrupamento”.

 

Aparece uma única vez, na citação inicial do programa do Governo. Na concretização das medidas propostas, supostamente subordinadas a esse dito cujo programa, nem uma vez.

 

O modelo do governo não é “professores em escolas”, é “PROFESSORES EM QZP AOS SALTINHOS”, num território mais pequeno, mas aos saltinhos (como os QZP de concurso são 6, em alguns casos até podem ser mais saltinhos).

 

PROFESSORES PARTILHADOS EM ESCOLAS É COISA MÁ. Quer dizer que vão continuar a gerir serviço tempo a tempo e vão continuar a colocar professores com 14 e menos horas.

 

PARA CONTRATADOS, MESMO EM SUBSTITUIÇÃO, OS HORÁRIOS DEVEM SER SEMPRE COMPLETOS (22 HORAS).

 

A componente não letiva gera crédito horário e, por isso, justifica o que estou a dizer. Quando as escolas tem muita gente com redução letiva o Estado corta ao crédito para contratação a mais. Se essas pessoas metem baixa, tem de se repor.

E CONTRATADOS SÃO SEMPRE MAIS BARATOS…..

 

E como os concursos para a transição dos “QZP grandes” para os pequenos são limitados ao território dos antigos QZP, isso não redistribui, nem vai diminuir muito os deslocados….

 

O CONSELHO DE DIRETORES, que já se disse que é inaceitável, está lá. E quais serão os critérios para ficar “sem serviço” e cair nas mãos desse órgão tão giro?

 

Sugestão para os negociadores: criem NORMAS DE TRANSPARÊNCIA:

 

Lista de vagas para colocação, criadas para concurso e existentes em cada escola e QZP, publicadas todos os anos, COM ANTECIPAÇÃO e sujeitas a consulta pública e pronúncia dos candidatos potenciais.

 

Não saber o que há para agarrar em matéria de vagas é um dos problemas “friccionais” do sistema. A transparência administrativa é um óleo para correr melhor.

 

#costaomaior #educação #professores #professoresemluta #professores #costaomenor #concursos #carreiradocente #tempodeserviço #14dejaneiro #escolas #Sindicatos #Negociações

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.