Início Educação “Os professores são neste momento muito úteis ao poder político” – Paulo...

“Os professores são neste momento muito úteis ao poder político” – Paulo Guinote

1197
0

2ª Feira

Que não nos enganemos. Os professores são neste momento muito úteis ao poder político no esforço por aparentar um mínimo de normalidade. Mas. mesmo que apareçam por aí umas declarações fofinhas, não confundam isso com afecto sincero, porque o não há. Percebe-se nas entrelinhas e e em alusões nem sempre muito subtis em comentários, intervenções mais ou menos públicas, artigos de “opinião”. É só passar a pandemia e voltaremos ao resto, em cima do que agora já se está a passar em matéria de abusos e que a greve da praxe de um dia, pós-Congresso do PCP na “oposição”, não chega sequer ao patamar do átrio da resolução. O ministro só aparece em eventos e o secretário, como sempre em tempos agrestes, voa baixinho e só atende (a)os amigos para as parcerias e pilotagens do costume.

Basta observar como a “oportunidade” para rever algumas coisas – sendo que até discordo de algumas . ficou na gaveta, a começar pelo parlapiê em torno do acesso ao Ensino Superior. Que agora é muito “complexo”. Será sempre complexo, só que agora é um tempo sensível e quando as vacas políticas engordarem poderá ser feito à bruta, como é costume. Com o apoio de uns à direita e a omissão de outros à esquerda.

Quero muito que a situação pandémica melhore e se resolva (até porque não acho que os velhos doentes sejam para morrer de qualquer maneira), mas temos muito o que esta gente – apresentando-se como salvadores da Nação – possam vir a fazer em seguida. Não me aflige tanto qualquer deriva autoritária nova, porque já conheço a velha. Até acho que andam, em tal matéria, ainda com muitos paninhos mornos. O que receio mesmo é o que virá a seguir, com a justificação das consequências da pandemia.

E sabem o mais triste? É que há muita gente desejosa que isso aconteça, mesmo entre a classe docente que, a avaliar pela evolução de certas atitudes e questionamentos (públicos ou privados) não melhorou absolutamente nada em perspicácia a médio prazo. E amocha… então se não amocha. E irrita-se com quem não o faz. E só espera pelo momento certo para se livrar de quem critica tanto amochanço em troca de tão pouco ou nada.

O Meu Quintal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.