Início Educação “Ministro inexistente” – Assunção Cristas

“Ministro inexistente” – Assunção Cristas

522
0

Para Assunção Cristas o titular da pasta da Educação é em termos político pela sua prática inexistente.

A líder do CDS responsabiliza o Governo pelo problema com os professores e acusa o executivo de criar expetativas que agora são um problema a resolver.

Assunção Cristas falava depois de uma reunião com o líder da FENPROF.

Mário Nogueira diz que a reunião convocada pelo ministério da Educação não foi encarada com grandes expectativas.

O secretário-geral da FENPROF não gostou dos termos da convocatória e admite, por isso, que a greve às avaliações vai continuar.

Esta a reação dos sindicatos dos professores depois de o ministério da Educação ter convocado uma reunião para 11 de julho. Um encontro para discutir os termos da contagem do tempo de serviço.

O Presidente da República espera que as negociações corram da melhor forma.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que as famílias devem ir de férias com a questão das notas e das matrículas resolvida.

Declarações de Marcelo Rebelo de Sousa no final de uma festa da Casa Pia de Lisboa.

Fonte: www.rtp.pt