Início Educação Linha de Horizonte – Toda a gente tem ideias, mas ninguém pensa

Linha de Horizonte – Toda a gente tem ideias, mas ninguém pensa

484
0

Retomo esta tese de Michel Crozier para enunciar um défice de pensamento estruturado, sustentado, situado e sensível.
Vivemos num falatar que pouco adianta, pouco clarifica, pouco inspira e pouco liberta. Vivemos enredados numa lógica triste de subjugação e miopia. Estudamos pouco. Semeamos lugares-comuns. Não nos obrigamos a provocar, contrastar, triangular dados, fontes, evidências… para nos aproximarmos da verdade possível.

Fonte: Terrear