Início Educação João Costa: Educação ou assistencialismo? – João Barbosa

João Costa: Educação ou assistencialismo? – João Barbosa

230
0

O Ministro da Educação, João Costa, tem falhado na sua missão de promover a educação em Portugal.

 No seu último texto no Público confunde educação com assistencialismo e não assume que as suas políticas, que deviam ser educativas, se limitaram a remendar falhas nas políticas sociais.

Saberá João Costa que as escolas não são centros de dia para crianças e jovens?

As escolas são instituições educativas. Para combater as desigualdades, a intervenção deve ser feita ao nível das comunidades e das famílias.

Não podemos ficar satisfeitos apenas porque a escola consegue assegurar uma refeição gratuita. É preciso garantir condições de vida decentes aos alunos e às suas famílias fora da escola.

Numa sociedade que funcionasse a sério, na lógica do trabalho digno, em condições e remunerações, os alunos não precisariam de manuais gratuitos. Simplesmente teriam condições económicas para os adquirir.

A escola a tempo inteiro e que se preocupa em demasiado com as refeições dos seus alunos só em bem vinda numa sociedade falida, carregada de desigualdades.

Ao desvalorizar os resultados do PISA e apenas se regozijar porque a escola consegue oferecer uma refeição quente, o Ministro da Educação está a demonstrar que não tem a perceção da importância da educação para o desenvolvimento do país.

Em conclusão, o Ministro da Educação, João Costa, tem falhado na sua missão de promover a educação em Portugal. As suas políticas são insuficientes e não estão alinhadas com as prioridades do país.

João Barbosa