Início Educação Há 1500 alunos que não vão à escola há um ano por...

Há 1500 alunos que não vão à escola há um ano por motivos de saúde relacionados com a covid-19

824
0

Quando, em Março do ano passado, a pandemia mandou todos os alunos para casa, já Carlos lá estava uns dias antes para se proteger do vírus. Carlos, que preferiu manter-se no anonimato e por isso lhe atribuímos um nome fictício, nasceu com quatro malformações no coração, a tetralogia de Fallot, que lhe foram diagnosticadas à nascença e que obrigaram a que tivesse de ser submetido a um bypass aos seis dias e, depois, a uma primeira cirurgia correctiva aos seis meses.

 

O que complica a vida de Carlos, hoje com 17 anos, é a consequência que adveio da cirurgia e que o obriga a ser portador de pacemaker. Sem isso, os seus batimentos cardíacos rondariam os 17, 20 por minuto, número insuficiente para viver normalmente. Mas o que o mantém vivo traz também alguns riscos na contracção de vírus e bactérias. Por isso, há um ano que a casa concentra o seu mundo todo. Sem aulas presenciais, sem encontros com amigos, sem jogos de ténis.

Ler mais em Público

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.