Início Exclusivo VozProf Carta De Uma Mãe Ao Presidente Da República E Primeiro Ministro

Carta De Uma Mãe Ao Presidente Da República E Primeiro Ministro

2076
0

Exmos. Senhores Sua Excelência Presidente da República e Senhor Primeiro-Ministro

Escrevo esta carta na entidade de mãe, como desabafo pela preocupação com a saúde da
minha filha, aluna do 10.º Ano, nesta fase difícil que o nosso país atravessa, caso decidam abrir as escolas para o secundário.

A minha filha tem uma doença crónica e, como tal, menos imunidade para enfrentar esta
Pandemia. Assim, apelo ao Vosso Bom Senso para não abrirem as escolas enquanto esta
Pandemia não cessar. E pensarem que existem muitos outros casos semelhantes, ou piores do que o da minha filha.

Ontem, em teleconsulta, com a médica que a segue no Hospital de Santa Maria, também a sua médica, que a segue desde que nasceu, considerou que a abertura das escolas não é razoável, não só para estes jovens, doentes crónicos, como também para os ditos saudáveis.

Pois, apesar do possível isolamento em sala de aula, fora da sala será difícil manter esse
distanciamento. E, mesmo dentro da sala, o distanciamento não me deixa tranquila,
acreditando que posso deixar a minha filha ir aprender em segurança.
Se tal medida avançar, serei forçada a não permitir que a minha filha frequente a escola, pois prefiro que ela perca o ano, do que eu ter que perder a minha filha.

Peço-lhes encarecidamente que se ponham no meu lugar de mãe preocupada e que pensem que a minha filha podia ser vossa filha, neta ou outra familiar.
E que faltando à escola para a proteger, onde está a equidade nesta situação? Haverá outros pais com certeza na mesma situação.

 

Grata pela atenção.
Com os meus melhores cumprimentos,
Paula Toscano