Início Educação Atenção pais. Greve de quinta-feira ameaça fechar escolas por todo o país

Atenção pais. Greve de quinta-feira ameaça fechar escolas por todo o país

7932
0

A greve da Função Pública que acontece já esta quinta-feira, dia 20 de maio, pode afetar fortemente o funcionamento dos estabelecimentos de ensino, uma vez que se prevê uma “grande adesão” por parte do pessoal não docente, havendo já escolas a avisar os pais desta situação.

Sebastião Santana, líder da Frente Comum, que está a organizar a greve, disse à Multinews que “as escolas têm por parte da Federação Nacional do Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública um aviso prévio para os trabalhadores não docentes e prevemos que haja uma grande adesão”.

Segundo o responsável, a expectativa é de que “o mesmo se passe nas autarquias e em alguns serviços centrais da administração pública, nomeadamente segurança social, finanças, entre outros”.

“Estamos à espera de um grande impacto nos diversos setores, incluindo as escolas, onde se espera uma forte adesão por parte do pessoal não docente”, esclareceu Sebastião Santana.

Já há algumas escolas a alertar os pais, através da emissão de circulares internas, para a possibilidade de não ser garantido o normal funcionamento, devido à perspetiva de adesão dos funcionários.

Num desses documentos, a que a Multinews teve acesso, pode ler-se: “Vimos informar que em virtude de estar convocada uma greve da Função Pública, quinta-feira, 20 de maio, poderá não ser possível garantir o normal funcionamento neste dia”.

Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, também admite o impacto que, a confirmar-se esta “forte adesão”, a greve terá no normal funcionamento das instituições de ensino.

“É uma greve que afeta muito as escolas, há algumas que deverão fechar e os alunos terão de ficar em casa e nesse caso os pais também, se se tratarem de alunos do primeiro ciclo e alguns do segundo”, começou por referir à Multinews.

O responsável indica que apesar de ainda não se ter certezas da adesão, “se for forte como já tem sido, (esta greve) irá levar ao fecho das escolas, ou pelo menos, a um anormal funcionamento das mesmas”.

“Prevejo que de facto cause transtorno ao normal funcionamento das escolas e também aos pais e alunos”, concluiu Filinto Lima.

Recorde-se que os trabalhadores da Administração Pública estão em luta na quinta-feira, com uma greve e uma concentração, pela valorização dos salários e das carreiras, que serão o primeiro protesto no setor desde o início da pandemia da covid-19.

Sapo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.