Início Notícias As propostas dos professores: Turmas de 12 alunos, mais docentes e máscaras...

As propostas dos professores: Turmas de 12 alunos, mais docentes e máscaras para todos

5018
0

Mais professores, menos alunos, muitas máscaras. É assim que os professores querem que seja o regresso às aulas presenciais, algo que deverá acontecer já durante o mês de maio para uma parte significativa dos alunos do 11.º e 12.º anos. A Fenprof aponta mesmo para o número exato de pessoas por sala: “De 10 a 12, no máximo, e com um distanciamento de, pelo menos, dois metros entre si.” A federação liderada por Mário Nogueira quer ver também mais professores a ser contratados para “permitir o desdobramento de turmas e a substituição dos que tiverem de se manter confinados”.

Ao Observador, fonte da Fenprof sublinha que para os docentes é fundamental que o regresso seja feito “em segurança”, mantendo que a data deve ter — como tem dito Mário Nogueira desde o início da pandemia — luz verde das autoridades de saúde. Caso a pandemia se agrave, a decisão da reabertura de aulas presenciais deverá  ser revertida.

Para o dia em que as escolas abrirem as portas aos alunos de secundário, estas e outras exigências fazem parte da lista que a organização sindical considera fundamental para garantir que todos possam “trabalhar com segurança”. Para além das turmas mais pequenas, os professores querem equipamentos de proteção individual para todos: “Máscaras, batas, luvas, viseiras e distribuição de gel desinfetante.”

ler mais

Fonte: Observador