Início Educação Aluna de 17 anos agride funcionária de escola do Porto

Aluna de 17 anos agride funcionária de escola do Porto

1846
0

Rixa obrigou a intervenção policial. Empregada da EB 2/3 Nicolau Nasoni, em Contumil, teve de receber tratamento hospitalar.

O incidente foi verificado por volta das 15.30 horas desta quinta-feira e só foi sanado com a chegada de uma patrulha policial da Escola Segura. Os encarregados de educação da aluna também foram chamados à escola.

“Não foi a primeira vez que a aluna tratou mal as funcionárias. Agora, foi ainda mais agressiva e bateu na empregada. Puxou-lhe os cabelos, deu-lhe estalos e pontapés. E ainda se virou a outras duas funcionárias que foram em socorro da colega”, conta ao JN uma testemunha ocular, aluno da escola, que pediu anonimato.

A funcionária agredida foi assistida por uma equipa de emergência médica no local e teve de receber tratamento no hospital. “Tinha muitas escoriações nas pernas”, disse a mesma fonte.

Sempre segundo a mesma testemunha, o incidente foi originado pela recusa da aluna em abandonar a sala de convívio da escola, o que precipitou os desacatos. “Foi uma grande confusão”, acrescentou.

A direção da EB 2/3 de Nicolau Nasoni, que pertence ao agrupamento de escolas António Nobre, não prestou esclarecimentos à reportagem do JN.

Além dos relatos de outros episódios de agressividade, a aluna não tem antecedentes disciplinares registados. Frequenta um curso CEF – Educação e Formação de Jovens, para concluir a escolaridade obrigatória.