Início Notícias Abandono escolar: “Ministério não sublinha contributo dos professores”

Abandono escolar: “Ministério não sublinha contributo dos professores”

799
0

Depois de o ministro Tiago Brandão Rodrigues ter indicado que a redução da taxa de abandono precoce de educação – que desceu para os 10,6%, atingindo o valor mais baixo de sempre – mostra como o país “tem tido uma evolução notável naquele, que é considerado pela Comissão Europeia como um dos principais indicadores da performance dos sistemas educativos”, a Federação Nacional dos Professores (FENPROF) acusa o Governo de não “sublinhar o contributo decisivo dos professores para este resultado“.

“Outra coisa não se esperaria, convenhamos, de quem não consegue condenar de forma clara e veemente a violência sobre professores, mas, apenas, também de forma genérica, a violência na escola; outra coisa não se pode esperar de quem se fixou em políticas de desvalorização dos professores e da sua profissão, revelando uma notória incapacidade para resolver os graves problemas que os afetam“, lê-se no comunicado enviado às redações.