Início Uncategorized “Proposta dos professores hipoteca futuro do País” – Alexandra Leitão

“Proposta dos professores hipoteca futuro do País” – Alexandra Leitão

18
3
A secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, considera que aceitar a proposta dos sindicatos de recuperar os nove anos de serviço congelado aos professores seria “hipotecar o futuro dos próximos governos e dos portugueses”. Termina assim a negociação estabelecida entre o Governo e a plataforma de dez estruturas sindicais sem que tenha havido qualquer avanço. Em Conselho de Ministros será agora aprovado “o decreto-lei que permite que todos os professores recuperem dois anos, nove meses e 18 dias, assegurando o equivalente a 70% de uma progressão”, divulgou o Ministério das Finanças. “Com esta proposta, assegura-se que entre 2019 e 2023 a carreira docente será uma das que terá maior valorização remuneratória em toda a administração pública, com um aumento médio acumulado de 19% e um custo total , nesse período, de cerca de 750 milhões de euros”, acrescenta a nota conjunta dos ministérios das Finanças e da Educação. No final do encontro de ontem, de negociação suplementar, Mário Nogueira, secretário geral da Fenprof – a maior estrutura sindical de professores – classificou o Governo como “uma parede de intransigência”. O dirigente sindical admite que poderão bloquear o ano letivo até conseguirem recuperar os nove anos, quatro meses e dois dias de serviço. PORMENORES “Plano B” chumbado O Governo chumbou o “plano B” dos sindicatos que consistia na proposta aprovada na Madeira, onde os docentes recuperam todos os anos congelados a uma média de ano e meio por ano, num processo que finda em 2025.

Ler mais em: https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/proposta-dos-professores-hipoteca-futuro-do-pais

O ataque à classe continua, dando sempre a ideia que os professores são os causadores de todos os males económicos do país… mas se estivermos atentos percebemos a quem tiram e a quem dão!
É vergonhoso que andam a fazer à classe, denegrindo e encomendando estudos que sustentem as suas mentiras! 
Não se esqueçam de quem nos faz mal!
Podemos ver aqui a prioridade deste governo:

Governo pede mais 886 milhões para bancos falidos

 Salvar os bancos já custou 14,6 mil milhões aos contribuintes

Visão | Saiba quanto já lhe custou salvar os bancos

“Proposta dos professores hipoteca futuro do País” – Alexandra Leitão
A secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, considera que aceitar a proposta dos sindicatos de recuperar os nove anos de serviço congelado aos professores seria “hipotecar o futuro dos próximos governos e dos portugueses”. Termina assim a negociação estabelecida entre o Governo e a plataforma de dez estruturas sindicais sem que tenha havido qualquer avanço. Em Conselho de Ministros será agora aprovado “o decreto-lei que permite que todos os professores recuperem dois anos, nove meses e 18 dias, assegurando o equivalente a 70% de uma progressão”, divulgou o Ministério das Finanças. “Com esta proposta, assegura-se que entre 2019 e 2023 a carreira docente será uma das que terá maior valorização remuneratória em toda a administração pública, com um aumento médio acumulado de 19% e um custo total , nesse período, de cerca de 750 milhões de euros”, acrescenta a nota conjunta dos ministérios das Finanças e da Educação. No final do encontro de ontem, de negociação suplementar, Mário Nogueira, secretário geral da Fenprof – a maior estrutura sindical de professores – classificou o Governo como “uma parede de intransigência”. O dirigente sindical admite que poderão bloquear o ano letivo até conseguirem recuperar os nove anos, quatro meses e dois dias de serviço. PORMENORES “Plano B” chumbado O Governo chumbou o “plano B” dos sindicatos que consistia na proposta aprovada na Madeira, onde os docentes recuperam todos os anos congelados a uma média de ano e meio por ano, num processo que finda em 2025.

Ler mais em: https://www.cmjornal.pt/sociedade/detalhe/proposta-dos-professores-hipoteca-futuro-do-pais

3 COMENTÁRIOS

  1. Pagar o TRABALHO PRESTADO é Hipotecar o país? HIPOTECAR O PAÍS é ganhar sem trabalhar… E isso, é o que faz uma boa parte dos nossos políticos (alguns nem põem os pés no trabalho…)
    HIPOTECAR O PAÍS é o que fazem os cobardes que, tendo contribuído por negligência e inacção, para afundar o país, foram reclamar ao Tribunal Constitucional o pagamento dos recortes que lhe tinham sido impostos igualmente que aos professores, enfermeiros, médicos!!
    HIPOTECAR O PAÍS é receber o que não trabalharam e negar devolver o tempo trabalhado a quem o trabalhou
    HIPOTECAR O PAÍS é exigir que lhe seja pago com retroactivos..:!
    HIPOTECAR O PAÍS é ter centenas de subvencionados pelo Estado com pensões vitalícias em idade de estar no activo e ganhar por vários lados
    HIPOTECAR O PAÍS ´o que fazem pessoas sem rosto: os nossos políticos!
    Mais do que HIPOTECAR O PAÍS os nossos políticos levaram e conduziram (e continuarão a levar o país para o ABISMO…) HIPOTECAR O PAÍS é chupar do Orçamentos vários MILHÕES, receber subvenções vitalícias que legislaram para benefício dos próprios, para poderem engordar as contas bancárias e a s fortunas…
    HIPOTECAR O PAÍS é conduzir o país para o abismo… levando o dinheiro dos contribuintes para os cofres dos banqueiros…
    HIPOTECAR O PAÍS é despejar famílias e ajudar os bancos que colocam cidadãos contribuintes a dormir na rua.
    HIPOTECAR O PAÍS é levar o país para a BANCARROTA.
    E isso, é a arte dos políticos, não dos trabalhadores!!!
    Isso, SIM, … É HIPOTECAR O PAÍS …!

  2. Só disse verdades, mas, isso aperentemente nenhum político quer mudar, e, se todos começarmos a pedir tudo de uma vez vamos mesmo aumentar a hipoteca. Não podemos exigir tudo, quando logo que a economia começa a recuperar e ficarmos caladinhos e bem comportados quando a banca rota se instala. Merecemos que nos contém o tempo queqefetivzmente trabalhamos, devemos exigir esse reconhecimento, mas termos uma grande calma (teremos?) para depois de o conseguirmos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.