Início Educação Uso Máscara para proteger os outros – Alberto Veronesi

Uso Máscara para proteger os outros – Alberto Veronesi

362
0

Ontem, foram decretados mais 15 dias de Estado de Emergência. Aponta-se agora para dia 3 de maio como sendo o dia D.

Prevê-se a partir desse dia a reabertura do pequeno comércio de bairro, barbeiros, cabeleireiros, serviços públicos e creches.

Será aqui que poderá estar o problema se não houver uma forte sensibilização social.

Deverá ficar bem claro que o levantamento das restrições implica a adoção de medidas de proteção social que não estamos habituados a ter.

Não podemos sair de um dia para o outro como se tivéssemos regressado a dezembro de 2019, como disse, e muito bem, a Dra. Graça Freitas.

É preciso prevenir. para evitar deitar por terra todos os nossos sacrifícios feitos até agora.

Por mais que custe admitir, umas das melhores formas de prevenir o contágio é o uso de máscaras. Os países que adotaram esta medida são prova disso mesmo. Desde de fevereiro que ouvimos dizer que as máscaras não protegem, tanto a OMS como a DGS e o Ministério da Saúde, mas isso não é verdade.

Tanto a OMS como os restantes sabem disso, mas preferiram “guardar” as máscaras, por clara escassez nos mercados internacionais, para o pessoal da saúde, e bem acrescento eu. Só que daí a dizerem que não previne vai um passo grande.

Pensemos. Sabemos todos, até porque está provado, que as máscaras cirúrgicas não protegem o próprio do contágio, mas também está provado que protegem os outros no caso do portador estar infetado.

Estão a perceber onde quero chegar?

Este vírus é perigoso, não só devido ao seu inicial R0 que chegou a ser entre 1.4–2.5, o que significa que uma pessoa poderia infetar mais de duas, na pior das hipóteses, número duas vezes superior à gripe sazonal, mas também devido ao enorme número de casos de pessoas infetadas sem sintomas, assintomáticas.

É com estes que devemos ter cuidado, qualquer um de nós pode estar infetado e não ter sintomas. E como nos podemos prevenir dessa situação? Usando máscara, não por nós, mas pelos outros.

Devemos partir do princípio que todos nós podemos estar infetados e, por conseguinte, aquando o levantamento das restrições, devemos ser obrigados a usar máscara sempre que em contacto com outros seja em locais fechados, seja em locais ao ar livre. Só assim poderemos regressar cautelosamente à “normalidade”.

A OMS manda testar, mas devido à escassez de testes isso não é assim tão viável, logo parece-me de enorme bom senso que se torne obrigatório o uso da máscara pessoal.

Se todos usarmos a máscara para proteção dos outros, nós próprios ficaremos protegidos.

Alberto Veronesi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.