Início Educação “Seria importante contar com a Escola Segura” para dispersar concentrações nas entradas...

“Seria importante contar com a Escola Segura” para dispersar concentrações nas entradas e saídas

333
0

Jorge Ascenção, presidente da Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP), e Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP) são unânimes: o arranque do novo ano letivo correu como seria expetável e o balanço dos primeiros dias é positivo.

Para o representante dos pais, assim como para o dos diretores de agrupamentos, o que correu pior foi alguma confusão à entrada e saída das escolas, com a concentração de estudantes em muitos estabelecimentos do país e também de encarregados de educação, sobretudo nas escolas do ensino básico.

“É natural, porque os miúdos estavam com saudades uns dos outros e aproveitaram para se reencontrar do lado de fora da escola, onde estão menos condicionados pelas regras. Da parte dos pais e das famílias também houve alguma ansiedade, muito fruto das falhas de comunicação por parte de alguns estabelecimentos de ensino, que levou a alguns ajuntamentos na hora de entregar os filhos. Obviamente que agora é preciso ajustar determinados procedimentos e tomar medidas para que estes episódios não voltem a acontecer”, diz Jorge Ascenção.

Filinto Lima concorda e diz que essa será a preocupação dos próximos dias, ajustar o que correu menos bem. “Este é um processo dinâmico e as escolas estão a trabalhar para fazer as melhorias que forem necessárias, de acordo com o diagnóstico de problemas sentidos nestes primeiros dias”, diz.

As concentrações nas entradas e saídas são o mais evidente e, para o dirigente da ANDAEP, “seria importante contar com o programa Escola Segura, da PSP, para ajudar a resolver esse problema, sensibilizando os alunos para o cumprimento das regras e apelando à dispersão”.

Ler mais em DN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.