Início Notícias Pedro Adão e Silva Sugere: Cortar Salários dos Professores para pagar crise?

Pedro Adão e Silva Sugere: Cortar Salários dos Professores para pagar crise?

12666
0

No mês em que os professores recebem os “brutais” aumentos no vencimento, relembro que estamos a falar de 0,3%, e que muitos políticos têm vindo a público agradecer o enorme trabalho que temos tido para colocar o ensino à distância a funcionar, com prejuízos pessoais e familiares, estranho em ouvir estas opiniões. Creio, no entanto, que não se trata de uma sugestão, mas talvez apenas de um prenúncio!


SALÁRIOS DOS PROFESSORES

𝘿𝙚𝙨𝙘𝙪𝙞𝙙𝙤, 𝙞𝙣𝙜𝙚𝙣𝙪𝙞𝙙𝙖𝙙𝙚 𝙤𝙪 𝙢𝙖𝙞𝙨 𝙙𝙤 𝙦𝙪𝙚 𝙞𝙨𝙨𝙤? 𝙊𝙨 𝙥𝙧𝙤𝙛𝙚𝙨𝙨𝙤𝙧𝙚𝙨 𝙣ã𝙤 𝙖𝙘𝙚𝙞𝙩𝙖𝙧ã𝙤 𝙨𝙚𝙧, 𝙙𝙚 𝙣𝙤𝙫𝙤, 𝙖𝙡𝙫𝙤 𝙖 𝙖𝙩𝙞𝙣𝙜𝙞𝙧!

Pedro Adão e Silva não assumiu, expressamente, a defesa de cortes nos salários dos professores para resolver a crise económica que se abate, mais uma vez, sobre o país, consequência, em determinante medida, da grave crise de saúde pública que se vive. Mas ao dar dois exemplos de cortes de despesa como alternativas ao aumento de impostos, um deles não concretizável (cortar despesa no SNS), deixa como caminho o outro que foi explicitamente referido “com salários de professores”… Descuido do comentador? Ingenuidade? Ou mais do que isso? Uma coisa é certa: lançar na discussão política e na opinião pública tal hipótese, tão diretamente dirigida a um grupo profissional específico que tem sido castigado por políticas ditas de austeridade, tem por efeito fragilizar esse grupo. O comentador não ignorará isto.

𝗔 𝗙𝗘𝗡𝗣𝗥𝗢𝗙 𝗿𝗲𝗮𝗳𝗶𝗿𝗺𝗮 𝗾𝘂𝗲 𝗻ã𝗼 é 𝗰𝗼𝗺 𝗱𝗲𝘀𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝗴𝗼, 𝗰𝗼𝗿𝘁𝗲𝘀 𝗻𝗼𝘀 𝘀𝗮𝗹á𝗿𝗶𝗼𝘀, 𝗮𝘂𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼 𝗱𝗼 𝗵𝗼𝗿á𝗿𝗶𝗼 𝗱𝗲 𝘁𝗿𝗮𝗯𝗮𝗹𝗵𝗼 𝗼𝘂 𝗰𝗼𝗻𝗴𝗲𝗹𝗮𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼𝘀 𝗱𝗲 𝗽𝗿𝗼𝗴𝗿𝗲𝘀𝘀õ𝗲𝘀 𝗾𝘂𝗲 𝘀𝗲 𝗰𝗼𝗺𝗯𝗮𝘁𝗲𝗿á 𝗮 𝗰𝗿𝗶𝘀𝗲 𝗲𝗰𝗼𝗻ó𝗺𝗶𝗰𝗮 instalada por via da pandemia.

𝗔 𝗰𝗿𝗶𝘀𝗲 𝘀𝗲𝗿á 𝗰𝗼𝗺𝗯𝗮𝘁𝗶𝗱𝗮, 𝗲𝗻𝘁𝗿𝗲 𝗼𝘂𝘁𝗿𝗮𝘀 𝗺𝗲𝗱𝗶𝗱𝗮𝘀, 𝗰𝗼𝗺 𝗶𝗻𝘃𝗲𝘀𝘁𝗶𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼 𝗱𝗼 𝗘𝘀𝘁𝗮𝗱𝗼 𝗲 𝗮𝗽𝗼𝗶𝗼 𝗮𝗼 𝗶𝗻𝘃𝗲𝘀𝘁𝗶𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼 𝗶𝗻𝘁𝗲𝗿𝗻𝗼 𝗱𝗮𝘀 𝗲𝗺𝗽𝗿𝗲𝘀𝗮𝘀; 𝗶𝗻𝗱𝗶𝘀𝗽𝗲𝗻𝘀á𝘃𝗲𝗹 𝘀𝗲𝗿á, 𝘁𝗮𝗺𝗯é𝗺, 𝗮 𝗱𝗲𝗳𝗲𝘀𝗮 𝗲 𝗺𝗲𝗹𝗵𝗼𝗿𝗶𝗮 𝗱𝗼𝘀 𝗿𝗲𝗻𝗱𝗶𝗺𝗲𝗻𝘁𝗼𝘀 𝗱𝗼𝘀 𝘁𝗿𝗮𝗯𝗮𝗹𝗵𝗮𝗱𝗼𝗿𝗲𝘀 𝗲𝗺 𝗣𝗼𝗿𝘁𝘂𝗴𝗮l.

Veja o Vídeo

www.facebook.com/watch/?v=1667294276727699

Fonte: Facebook Fenprof

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.