Início Editorial O Milagre Da Medicina Está Nas Interrupções Letivas

O Milagre Da Medicina Está Nas Interrupções Letivas

174
0
Algumas premissas antes de começar a escrever!
Os professores têm uma profissão de desgaste rápido e por isso deveriam reformar-se mais cedo? Sim.
Os professores mais velhos e sem condições de darem aulas deveriam ser colocados em outras funções mais administrativas? 
Sim.
Há casos de professores que estarão mesmo doentes e que são obrigados a trabalhar?
 Sim.
Há professores de tal forma esgotados que as interrupções letivas não são suficientes para descansar? Sim.
Tudo isto é verdade, mas também é verdade que há muitos colegas a aproveitarem-se do sistema que temos para gerir o seu ano letivo de forma pouco correta, sobretudo para os alunos!
Dirão alguns, não se queixem porque os contratados “vivem” dos professores que se encontram de baixa, dirão outros não se queixem que as mobilidades por doença fazem abrir vagas onde caso contrário seria impossível trabalhar.
E eu respondo, sim é verdade, mas acrescento que acho desonesto que haja professores que pura e simplesmente adoecem nas atividades letivas e, milagrosamente, ficam aptas nas interrupções!
No verão, então, a situação é flagrante…
Era bom pensarmos nisto, e perceber que de facto esses colegas podem já não ter capacidade de estar no sistema e por isso ou desempenhariam funções para as quais estão, ainda capacitados, ou reformavam-se, sem prejuízo!
Aí, em vez dos contratados agradecerem a baixa, agradeciam a entrada no sistema e na sua renovação!
Isto não é um artigo contra os, efetivamente, doentes, é contra todos os prevaricadores em específico e contra o sistema no geral!

Alberto Veronesi

Fonte: ComRegras

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.