Início Educação Na Dinamarca e Noruega, por agora tudo bem

Na Dinamarca e Noruega, por agora tudo bem

2512
0

Na Dinamarca, as escolas fecharam no mesmo dia que em Portugal (16 de março) e começaram a reabrir passado um mês: primeiro as creches, depois as primárias e último ano do secundário. Foi o primeiro país europeu em confinamento a abrir as portas das escolas, e três semanas depois a situação continua controlada. “O balanço ainda não foi oficialmente apresentado, mas na comunicação social quase não se ouve falar de problemas. As autoridades têm feito um grande esforço de comunicação e informação, que geram confiança”, resume Sílvia Schiermacher, conselheira cultural na embaixada portuguesa no país.

Quanto à evolução da epidemia, a tendência continua a ser de descida (145 novos casos a 7 de maio, num país com pouco mais de metade da população de Portugal), ainda que já tenha havido casos positivos em escolas. “Ao mínimo sintoma, entre professores e alunos, fica-se em casa, contacta-se o médico de família e faz-se o teste”, conta a conselheira.

Na Noruega, que começou a reabrir as creches a 20 de abril e as primárias a 27 — numa base voluntária e desaconselhando a ida de crianças de risco —, o balanço também é “globalmente positivo”, conta o embaixador português em Oslo, António Quinteiro Nobre. “Gerou-se um progressivo sentimento de segurança face às medidas de limpeza e distanciamento adotadas.” A situação continua controlada, sem “focos de contágio específico em instituições de ensino”.

Em ambos os países as regras são apertadas: os pais não entram na escola, lavam-se as mãos com regularidade e os brinquedos várias vezes ao dia, dividem-se as crianças por grupos e privilegiam-se as atividades ao ar livre. Ambos esperam abrir os restantes níveis de ensino antes do verão.

Fonte: Expresso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.