Início Editorial Ministro Só Conhece A Palavra “B-Learning”

Ministro Só Conhece A Palavra “B-Learning”

357
0

Sr. Ministro, já sabemos que o termo é simpático e mostra o seu domínio na língua inglesa, mas na realidade podia desenvolver mais um pouco sobre como se irá processar o milagroso B-Learning.

Talvez não saiba porque na realidade, concordando ou não com as medidas, quem pensa no ministério são os seus secretários de Estado, o que não vale uns bons SE, e que depois de um ou outro virem dizer o que pensam sobre o assunto aparece o Sr. a repetir. Sim, repetir até à exaustão o que os outros vão dizendo!

Mais de um mês depois de ter falado do B-Learning, estamos hoje como então, sem nenhuma novidade relevante.

Pelo que deixo algumas preocupações minhas e, talvez, não só:

  • Considera assim tão importante iniciarem todos os anos ao mesmo tempo?
  • Não devíamos privilegiar os mais novos por serem o que de mais relação pedagógica e menos autonomia têm?
  • Vai ou não haver desdobramento de turmas? Quantos alunos por turma?
  • Irão contratar mais professores ou o mesmo fará os dois turnos ou até mais?
  • Como fazer turno duplo em escolas que já assim funcionam há anos?
  • Para além dos 400 milhões anunciados, qual a verba para as possíveis contratações?
  • Porque não aproveitar os espaços das juntas e das câmaras para complementar escolas com escassez de salas?
  • Não poderia o 3.º ciclo e secundário permanecer até mais tarde exclusivamente em e-learning e assim libertarem espaços e salas?
  • Manterá a extensão dos programas?

Este ano está a terminar e urge encontrar soluções, planificando vários planos para diferentes cenários, não basta dizer que os tem, convém mostrar e sobretudo debatê-los com a comunidade escolar.

Aguardemos!

Alberto Veronesi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.