Início Notícias Exaustão de professores “a níveis mais elevados” do que nunca

Exaustão de professores “a níveis mais elevados” do que nunca

1367
0

Lá dentro, tudo jaz sem sinais de vida. Ainda não há alunos virados para a frente de um quadro nem professores diante dele. A pandemia expulsou-os das salas de aula e abriu espaço ao silêncio mais ensurdecedor da carreira de vários docentes: o vazio das escolas disputa com o caos, com adaptações em tempo recorde à tecnologia que lhes era distante, horários redobrados, o olhar mais vigilante de todos os pais e a incompreensão de outros.

Ser professor já não é o que era até aquele dia 13 de março e isso está a levar tantos ao limite. “Se já se falava em burnout, é previsível que o stress e a exaustão emocional estejam [agora] a níveis mais elevados”, não hesita em dizer Filinto Lima, dirigente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas.

São “inúmeras” – não sabe ao certo quantas – as solicitações de atestados psicológicos e psiquiátricos nestas últimas semanas, deixando descalças várias turmas. A Associação Nacional de Professores acredita “que existe um grave risco de aumento” nas requisições destes atestados tendo em conta os números expectáveis todos os anos..

Ler mais…

Fonte: DN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.