Início Editorial Com A “Bazuca” de 25 Mil Milhões, Já Dá Para “Pagar” Aos...

Com A “Bazuca” de 25 Mil Milhões, Já Dá Para “Pagar” Aos Professores?

457
0

Vamos fazer de conta que de facto este governo não contabilizou o Tempo de Serviço dos professores por falta de verba! Vamos fazer de conta que foi isso mesmo que aconteceu!

O Governo na altura falou em 600 milhões, que rapidamente foram desmentidos pelo colega Maurício Brito aqui e pela própria UTAO, aqui.

Mas agora fala-se em 400 milhões para a escola digital e falar-se-à do projeto A e B, pelo que me espanta que os Sindicatos tenham dado como perdida a batalha da recuperação do tempo de serviço.

Sabemos todos que os tempos que aí vêm serão difíceis, mas também sabemos que a vida é feita de prioridades e nós já há muito que percebemos quais são as deste Governo.

Não me custa apoiar e aplaudir o que disse o SE João Costa, este ensino foi um remendo, nada poderá substituir o presencial e então eu pergunto vai o governo gastar 400 milhões para encher um pneu remendado?

É preciso priorizar, uma vez que a desculpa do “não há dinheiro” deixará de ser aceite, pois há e não é pouco, acho que deveriam analisar quais as primeiras necessidades das escolas!

Concordo em absoluto que se deva renovar o parque digital/tecnológico das escolas, é surreal continuarmos a ter escolas sem internet, salas sem quadros interativos, mas antes de mais tratar os profissionais!

Primeiro – Contabilizar o tempo de serviço dos professores

Segundo – Erradicar a indisciplina das escolas criando legislação assertiva, com responsabilização dos encarregados de educação, em cortes de subsidios, com multas…etc

Terceiro – Diminuir número de alunos por turma

Quarto – Aumentar o número de professores de apoio e de Educação especial assim como de psicólogos nos agrupamentos.

Quinto – Renovar o parque tecnológico/digital das escolas.

E mais haveria para dizer…proponham, debatam, mas não aceitemos tudo!

Alberto Veronesi

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.