Início Notícias Alunos e professores dizem que matéria transmitida na TV ficou aquém do...

Alunos e professores dizem que matéria transmitida na TV ficou aquém do nível das turmas

1460
0

Eram 10:20 da manhã quando o pequeno Duarte, de oito anos, se sentou em frente à televisão para a sua primeira aula de 30 minutos na RTP Memória. Arrancou com Português, depois Matemática – por hoje, era tudo o que estava programado para meninos e meninas da sua idade. A expectativa era muita, tanto da parte dos alunos como da parte dos pais. Mas o primeiro dia não escapou à crítica, de miúdos e graúdos: “mal começou, ele comentou logo que a aula era demasiado fácil e perdeu o interesse”, conta o pai do aluno do 3.º ano, Carlos Faísca, de 37 anos. Uma opinião partilhada entre outros alunos, pais e professores.

O dia era esperado em tom de esperança. Na sua casa, os dias têm-se revelado caóticos, entre turnos repartidos pelo trabalho e pela ajuda pedagógica aos filhos. “É impossível ter quatro horas seguidas para trabalhar”, confessa. Tanto Carlos como a esposa estão a funcionar em teletrabalho, dividindo “o período em que cada um fica com as crianças, para que o outro se possa dedicar à vida profissional”. Uma tarefa tanto mais complexa quanto mais dependente forem os filhos dos seus pais. Por isso, com mais um filho de um ano e meio, o desafio intensifica-se. “Não é por acaso que existem educadores de infância e escolas. A sociedade está organizada para que, a partir de uma determinada altura, os pais se possam libertar deste encargo para dedicarem tempo à vida profissional e isso não está a acontecer”, lembra.

Deixar parte do acompanhamento à responsabilidade de uma TV poderia vir a facilitar o andamento dos dias, esperava a família. Mas Duarte rapidamente perdeu o interesse no que lhe estava a ser transmitido, depois de convencido que aquela lição já há muito estava aprendida. Segundo Carlos Faísca, “a aula de hoje foi muito básica para o nível em que está a sua turma”.

 

Ler mais…

Fonte: DN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.